Dicas para uma vida mais saudável

Dicas para uma vida mais saudável



E essa tal qualidade de vida? Sabemos de forma resumida que é algo como, por exemplo, comer de forma saudável, dormir bem, ter uma vida social harmoniosa e gozar de uma saúde física, mental e espiritual.

São hábitos (assim como outros não citados) que nos proporcionam uma vida mais duradoura, tranquila e saudável.  Todavia, em um mundo tão dinâmico onde mal nos sobra tempo para descansar o que diremos de preparar uma alimentação saudável, não concordam?

Praticar esportes, ir a uma academia ou simplesmente caminhar nos parece um objetivo muito distante, aliás cada vez mais longe. E dependendo de nosso emprego, torna-se uma meta praticamente inatingível ter este “um pouco a mais” de qualidade de vida.

Em nossa dura realidade, o tempo que nos resta (apesar de curto) no dia a dia, podemos saciar nossa fome comendo fast food e bebendo um delicioso refrigerante bem gelado que se acrescentarmos R$1,00 (mais ou menos) recebemos uma irresistível porção de batatas fritas praticamente de “graça”… e os condimentos então?

Água na boca só em pensar! E no final do dia para amenizarmos estas gulas “pecaminosas?”, podemos caminhar em uma rua movimentada  tranquila por 30 minutos e respirar o mais “puro ar” dos carros das árvores e escutar os sons das buzinas da natureza.

Estes abusos que cometemos com alimentos que contêm altos teores de sódio, açucares e gorduras saturadas acompanhados de uma vida estressante e sedentária, ocasionam diversas doenças como hipertensão, obesidade (pandemia), diabetes, derrames, infarto, etc…

Então, seria hipocrisia falarmos que é fácil ter uma qualidade de vida ideal. O que podemos é mencionar algumas dicas. E se fizerem uma que seja, já será de grande valia para a saúde. Confira abaixo as dicas medidas essenciais para ter mais qualidade de vida e consequentemente aumentar a expectativa de vida.

Alimente-se corretamente

Não abuse de alimentos ricos em: gorduras saturadas, sódio e açúcares. São altamente prejudiciais a saúde.

Inclua em sua alimentação mais oleaginosas (nozes, castanhas, avelãs, amêndoas e pistache), pelo menos cinco vezes por semana. Este hábito lhe proporcionará o colesterol benéfico ao corpo.

Coma peixe pelo menos 2 vezes na semana e garanta sua taxa semanal de ômega 3.

Procure fazer um prato com diversos alimentos, ou seja, quanto mais cores no prato melhor.

Ingira de 6 a 8 copos de água por dia. O corpo humano é formado por 70% de água e esta hidratação é muito importante. Caso consuma chá ou sucos a quantidade de água pura que deverá consumir por dia é a mesma. Porém se ainda insista na ingestão de suco ou chás, procure não usar açúcar.

Tente ao máximo se alimentar a cada 3 horas. Assim, você fará de 3 a 5 refeições por dia.

Não coma em demasia.

Não faça dietas da moda, vá um nutricionista.

Não abuse: do sal, do açúcar, de bebidas alcoólicas e alimentos gordurosos.

Coma proteína e ajudará seu corpo a ter mais massa muscular.

Coma carboidratos e ajudará seu corpo a ter mais energia.

Tente consumir todos os grupos de alimentos, inclusive cereais, verduras, carnes, leites e leguminosas.

Evite ao máximo refrigerantes.

Coma mais alimentos integrais.

Não fique sem comer.

Prefira alimentos naturais.

Coma sem pressa em um local tranquilo.

Mastigue bem os alimentos.

Capriche em ervas aromáticas como, por exemplo: alho, cebola, cebolinha, salsa, alecrim, manjericão, louro, orégano, açafrão, coentro e sálvia.

Distribua a alimentação adequada para você durante a semana. Afinal, é muito difícil comer todos os alimentos que o corpo precisa em um dia.

A estimulação do paladar para novos alimentos pode não ser muito agradável no começo, por isso não desista.

Faça um diário alimentar com todos os alimentos ingeridos durante o dia, horários e quantidades. Assim será facílimo perceber onde comete a gula os erros.

Consuma mais antioxidantes para bloquear a ação de radicais livres no organismo e prevenindo a oxidação das células.

Aprenda a ler a tabela nutricional dos alimentos que consome. É importante saber muito mais que quantidade de calorias.

Evite alimentos com gorduras trans.

Saiba combinar alimentos. Um exemplo, você sabia que consumir um simples suco de laranja ajuda a absorver o ferro contido no feijão?

Não tenha medo de comer. Informe-se.

Coma também o que o gosta! Comer alimentos “não saudáveis” mas que lhe dão prazer, bem-estar ou simplesmente porque faz parte de sua cultura ou da tradição de sua família também é importante. Lembre-se que comer também é um prazer. Apenas modere.

Sempre faça um reforçado café da manhã. Sem um café da manhã farto a sua manha será com um corpo com baixa energia e por consequência a fome sera mais intensa à tarde.

Coma ovos. Eles possuem na clara um nutriente chamado colina que ajuda na memória e combate a fadiga e a gema tem antioxidantes, vitaminas A e E. Só não frite.

Jante de forma leviana, mas jante.

Não acredite na esteira! O simples ato de movimentar os braços lhe dará 10% a mais de gastos calóricos que ela não contabilizará. Isto sem contar diversos fatores que a esteira considera padrão para todos os alunos indiferente de seu peso, altura, etc…

Um vídeo para ajudar a refletir:

Faça exercícios

Atividade física sim, exageros não. Lembre-se da orientação de um profissional de educação física.
No trabalho, caminhe mais e fique menos sentado.



Sua saúde em geral

Faça exames de rotinas com uma periodicidade.

Tente ir academia, é difícil nós sabemos. Mas, tente.

Somente consuma medicamentos com orientações médicas.

Evite fumar, consumir bebidas alcoólicas ou drogas. Mas, uma taça de vinho tinto de 250mL todas as noites ajuda a evitar infartos e derrames cerebrais e ainda diminui os níveis do estrogênio, um hormônio que aumenta os riscos de desenvolvimento de câncer de mama.

Escove os dentes e use fio dental.

Tome banho diariamente.

Sorria mais.

Respire bem.

Faça sexo e trará mais benefícios a sua saúde.

Sua mente

Tenha equilíbrio mental com uma mente serena, positiva, menos ansiosa e menos nervosa.

Tenha atitude positivas. E seja um bola cheia! Não entendeu? Assista o vídeo…

Ouça mais música, veja mais filmes, leia um livro, ou seja, pratique atividades mais lúdicas.

Saiba encarara frustrações e diminua a ansiedade.

Procure evitar o materialismo e o consumismo.

Estude, sempre.

Conheça pessoas novas, novos lugares, novas culturas.

Viaje.

Ser solidário com amigos e parentes já é muito bom.

Seja verdadeiro.

Durma bem. Todavia depois da refeições atrapalha a digestão.

Tenha um hobbie ou uma atividade que consiga lhe tirar da rotina.

Seja paciente.

Tenha fé, ou acredite em algo. A espiritualidade faz bem.

Tenha autoestima.

Aceite as diferenças do mundo. Eis abaixo um vídeo educativo para quem tem dificuldades neste assunto…

 

Dicas e sugestões são sempre bem-vindas quando são construtivas, mas lembre-se de que opiniões de especialistas na área são muito melhor.

Viva com a máxima: “meu corpo, minha casa”.

E agora, veja este vídeo antigo, mas muito bom!

 

E para finalizar, mais links sobre o assunto:



 

Se você gostou desse artigo, clique em algum dos ícones de compartilhamento abaixo para ajudar a divulgá-lo.
:)

Contato

Diego Lopes

Técnico em Enfermagem em Site
Formado em Técnico em Enfermagem com eixo tecnológico em ambiente e saúde.
Qualificação profissional em APH - Atendimento Pré-Hospitalar na qualidade de aluno.
Certificado de Honra ao mérito do Coren-RS como aluno que apresentou o melhor desempenho no curso.
Escritor nas horas vagas e fundador do site www.tecnicoemenfermagem.net.br.
Contato

Últimos posts por Diego Lopes (exibir todos)

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *