definição de doença

Definição de doença

 

De origem latina “dolentia” que significa “dor, padecimento” a doença pode ser definida como conjunto de sintomas e sinais que quando afetam um ser vivo altera o estado normal de sua saúde. Então, quando a ausência de saúde acontece temos a doença criando distúrbios nas funções físicas e mentais.

A sua causa pode provir de fatores exógenos (externos, como outros organismos – infecção) ou endógenos (internos, disfunções ou mau funcionamento interno, como as doenças autoimunes).

A Patologia é a ciência que estuda as doenças e procura entendê-las. Dependendo do contexto, alguns conceitos, tais como anormalidade, desordem, perturbação, e até a própria patologia, são utilizados como sinônimos de doença.

A doença resulta da perda da homeostasia total ou parcial de um organismo vivo, estado este que pode ocorrer devido a infecções, inflamações, isquemias, modificações genéticas, sequelas de trauma, hemorragias, neoplasias ou disfunções orgânicas.

Ela difere da enfermidade, que é a alteração danosa do organismo. O dano patológico pode ser estrutural ou funcional.O profissional de saúde faz a anamnese e examina o paciente a procura de sinais e sintomas que definem a síndrome da doença, solicita os exames complementares conforme suas hipóteses diagnósticas, visando chegar a um diagnóstico.

O passo seguinte seria indicar um tratamento.

Definição de doença

Segundo Häfner, a doença é definida por dois componentes: 1. o distúrbio de funções, grupos de funções ou de sistemas interpessoais e 2. o estado não é proposital -“doença” implica incapacidade e é formado em níveis: (a) a manifestação e (b) o desenvolvimento da doença, que caracterizam o “estar doente”; o conhecimento (c) dos órgãos afetados e (d) e do contexto patológico, de forma a se compreender como os primeiros três níveis se influenciam mutuamente; e pro fim (e) o conhecimento das causas de (c). Somente quando todos esses níveis são conhecidos pode-se falar de nosologia. (nosologia = é a ciência que trata da classificação das doenças).

É importante lembrar que a doença influencia todos os contatos pessoais do indivíduo com família, amigos, etc., e por isso as consequências vão além das biológicas para as sociais, como o isolamento, o preconceito e rotulação.

E por mais eficiente que seja a avaliação médica sobre a doença, ela em si, precisa ser vista e entendida sob diferentes pontos de vista, de acordo com todos os fatores (biológicos, psicológicos e socioculturais) que a influenciaram a se manisfestar.

A OMS classifica doença como a ausência de saúde.

E para finalizar, mais links sobre o assunto:

 

 

Se você gostou desse artigo, clique em algum dos ícones de compartilhamento abaixo para ajudar a divulgá-lo.
:)

Contato

Diego Lopes

Técnico em Enfermagem em Site
Formado em Técnico em Enfermagem com eixo tecnológico em ambiente e saúde.
Qualificação profissional em APH - Atendimento Pré-Hospitalar na qualidade de aluno.
Certificado de Honra ao mérito do Coren-RS como aluno que apresentou o melhor desempenho no curso.
Escritor nas horas vagas e fundador do site www.tecnicoemenfermagem.net.br.
Contato

Últimos posts por Diego Lopes (exibir todos)

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *