Carboidratos, proteínas e lipídeos, rna, vírus

Carboidratos, proteínas e lipídeos




Carboidratos, proteínas e lipídeos: entenda mais a respeito das principais características das biomoléculas e os que as torna tão essencial para a vida.

Se formos entrar no cerne do que é o organismo humano, perceberemos que ele funciona com diversas partes cooperando mutualmente.

Portanto, se queremos estudar a fundo sobre essa complexa máquina biológica, precisamos dar uma atenção especial as moléculas que a compõe.

Por esse motivo, nesse artigo, iremos abordar sobre as principais moléculas bioquímicas que formam o homem − carboidratos, proteínas e lipídeos – e a importância das mesmas. Confira!

Carboidratos

Carboidratos, proteínas e lipídeos

Conhecidos por serem as principais biomoléculas encontradas na natureza, são de extrema importância tanto para a composição quanto para a nutrição do corpo.

Características dos carboidratos

São formados, principalmente, por hidrogênio, oxigênio e carbono. Entretanto, algumas vezes, podem se apresentar com nitrogênio, fósforo e enxofre.

Ademais, existem diversas maneiras das quais essas moléculas podem se apresentar, sendo elas:

  1. Monossacarídeos são reconhecidos por serem a unidade mais básica dos carboidratos e sua composição é garantida pelos aldeídos e cetonas. Além disso, são cristalinos, incolores, solúveis em água e apresentam um sabor doce.
  2. Dissacarídeos são compostos formados pela união de dois monossacarídeos por meio de ligações covalente.
  3. Polissacarídeos que são formados por várias uniões de monossacarídeos.

Entretanto, como os polissacarídeos podem ser ligados de várias maneiras, são divididos em:

  • Homopolissacarídeos (formados por apenas uma molécula de monossacarídeo)
  • Heterossacarídeo (formados por moléculas diferentes de monossacarídeos).

Importância dos carboidratos

Carboidratos, proteínas e lipídeos

Os carboidratos apresentam diversas funções importantes no nosso corpo.

A função energética merece um grande destaque. Pois, essas biomoléculas são a principal fonte do organismo para produção energética para a célula.

Dessa forma, são conhecidos como sacarídeos e açucares e representam a base da nutrição humana, a qual são armazenados na forma de amido nos vegetais e como glicogênio nos músculos dos animais.

A função estrutural também é outra função relevante, porque essas biomoléculas atuam na composição dos tecidos conjuntivos, na parede celular de bactérias, no reconhecimento entre células e até mesmo na composição dos ácidos nucleicos.

Proteínas

Carboidratos, proteínas e lipídeos

São consideradas as mais importantes macromoléculas biológicas, pois, além de representarem praticamente metade do peso de uma célula, ainda realiza diversas funções.

Características das proteínas

As proteínas são formadas por vários aminoácidos ligados de maneira covalente entre si.

Essas ligações são chamadas de ligações peptídicas e dependendo da complexidade com a qual estruturam os aminoácidos, podem classificar as proteínas em:

  1. Estrutura primária a qual consiste em aminoácidos ligados em uma forma linear.
  2. Estrutura secundária a qual ocorre quando moléculas em estrutura primária se ligam entre si e sofrem rotações.
  3. Estrutura terciária que se refere a um dobramento da forma secundária, o que deixa a proteína com características tridimensionais. E por consolidar algumas ligações é reconhecida por dar maior estabilidade a molécula.
  4. Estrutura quaternária, caracterizada pelo agrupamento de moléculas terciarias.

Síntese de proteínas

Carboidratos, proteínas e lipídeos, rna

A formação de proteínas é mediada por, basicamente, dois processos: a transcrição e a tradução.

A transcrição é a primeira etapa e ocorre no núcleo celular. Lá, o RNA mensageiro irá transcrever uma parte da molécula de DNA que servirá como molde para a proteína.

Após isso, o RNAm vai atravessar o núcleo celular, através dos poros existentes, em direção ao citoplasma.

Chegando no citoplasma, se dará início ao outro processo da síntese: a tradução.

Essa etapa irá ocorrer graças ao auxílio de ribossomos, os quais irão traduzir a informação trazida pelo RNAm, levando a cada códon (trinca de três bases nitrogenadas) um aminoácido.

Portanto, com o prosseguimento do processo irá se formar proteínas.

A importância das proteínas

São diversas as funções atribuídas a esses compostos no nosso organismo, dentre as quais podemos citar:

  • Função enzimática;
  • Função catalizadora;
  • Função de transporte;
  • Regulação genética;
  • E atuação na movimentação de células e tecidos.

A desnaturação proteica

Tendo em vista todas as funções que essas moléculas exercem no corpo humano, se torna essencial para estudantes da área da saúde entenderem o que é a desnaturação proteica e como ela pode interferir na saúde de seus pacientes.

Em primeiro lugar, desnaturação proteica é o processo pelo qual as proteínas perdem a sua forma, seja ela secundária, terciária ou quaternária e, consequentemente, não conseguem mais exercer sua função.

Essa situação pode ser reversível dependendo da proteína. Mas, isso continua sendo preocupante, pois, se as proteínas não conseguem realizar seu trabalho muitas funções vitais do organismo ficam comprometidas.

Por essa razão, sempre deve-se estar atento as situações que podem levar a essa desnaturação como:

  • Mudanças no ph;
  • Exposição a solventes orgânicos
  • E altas temperaturas (o que explica o porquê da febre alta necessitar de cuidados imediatos).

Lipídeos

Carboidratos, proteínas e lipídeos

Os lipídeos são formados a partir da associação entre álcool e ácidos graxos.

Ademais, suas principais características são:

  • Hidrofóbicos (não se dissolvem em água o que pode ser observado quando se mistura óleo de cozinha na água).
  • Se dissolvem em compostos orgânicos.
  • Se apresentam com coloração amarelada ou esbranquiçada (podemos exemplificar isso com as gorduras).

Classificação dos lipídeos

Dependendo do ácido graxo que forma o lipídeo, essas moléculas podem ser divididas em:

  1. Simples: caracterizadas por apresentarem apenas um átomo de carbono, um de hidrogênio e um de oxigênio.
  2. Complexos: apresentando outros átomos em sua composição, além daqueles presentes nos que são classificados como simples.
  3. Precursores: formado pela hidrólise (reação na qual se quebra uma molécula adicionando água em seu lugar) dos lipídeos simples e complexos.
  4. Derivados: existentes quando os ácidos graxos sofrem algumas transformações metabólicas.

Outra classificação importante diz respeito ao ponto de fusão dessas moléculas, nas quais:

  1. Gorduras são produzidas por animais, ligadas de maneira simples e se encontram sólidas em temperatura ambiente.
  2. Óleos se encontram líquidos na temperatura ambiente, são produzidos por vegetais e suas ligações são duplas.

Mais links sobre o assunto Carboidratos proteínas e lipídeos:



Importância dos lipídeos

Finalizando, iremos apresentar a importância dos lipídeos com um foco maior em biologia humana. Portanto, podemos citar como funções que se destacam:

  • Formação de membranas;
  • Fonte de energia;
  • Isolamento térmico e físico;
  • Composição de hormônios;
  • E impermeabilização de superfícies.

Veja agora, uma aula sobre Carboidratos proteínas e lipídeos:

Referências
CARDOSO, Mayara. Síntese de proteínas. Disponível em: https://www.infoescola.com/bioquimica/sintese-de-proteinas/, acesso em 02 de novembro de 2018.
COLUNITA, Portal Educação. Carboidratos em Bioquímica. Disponível em: https://www.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/farmacia/carboidratos-em-bioquimica/33777, acesso em 02 de novembro de 2018.
COSTA, Yanna Dias. Desnaturação. Disponível em: https://www.infoescola.com/bioquimica/desnaturacao/, acesso em 02 de novembro de 2018.
COSTA, Yanna Dias. Proteínas. Disponível em: https://www.infoescola.com/bioquimica/proteinas/, acesso em 02 de novembro de 2018.
SANTOS, Vanessa Sardinha dos. Lipídeos. Disponível em: https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/biologia/lipidios.htm, acesso em 02 de novembro de 2018.

Gostou? Então, nos ajude compartilhando para que mais pessoas tenham acesso a essas informações!
:)

Contato

Diego Lopes

Técnico em Enfermagem em Site
Formado em Técnico em Enfermagem com eixo tecnológico em ambiente e saúde.
Qualificação profissional em APH - Atendimento Pré-Hospitalar na qualidade de aluno.
Certificado de Honra ao mérito do Coren-RS como aluno que apresentou o melhor desempenho no curso.
Escritor nas horas vagas e fundador do site www.tecnicoemenfermagem.net.br.
Contato

Últimos posts por Diego Lopes (exibir todos)

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *